As mulheres e o tarot

Existe uma tênue divisão na corte do Tarot entre o casal monárquico, o Rei e a Rainha, e os par de servos, o Cavaleiro e seu Pajem.

Enquanto entre o Pajem e o Cavaleiro existe um movimento de ascensão perceptível, as figuras do casal monárquico são mais estáticas e semelhantes,a diferença entre eles é comparável à diferença entre um aluno do ensino fundamental e um estudante universitário. Nelas, o processo de desenvolvimento não é tão evidente como entre o Pajem e o Cavaleiro.

A diferença está no fato de que o Rei e a Rainha são como as duas faces de uma mesma moeda. Seu poder é similar – o que distingue um do outro é o foco onde tal poder exerce sua força. Os Reis focam-se no mundo exterior, além das fronteiras de seu reino, as Rainhas concentram sua atenção ao mundo interior, dentro das fronteiras de seu reino.
Psicologicamente, poderíamos dizer que o Rei e a Rainha são os dois aspectos de uma mesma entidade, que personifica a maturidade da manifestação do elemento na personalidade, em seus aspectos ativo e passivo, yang e yin.

O poder real das duas figuras do casal monárquico pode servir como metáfora para o domínio que uma pessoa completamente amadurecida tem sobre sua vida e a influência que exerce sobre os outros ao seu redor.
Neste momento quero dividir com vocês as vibrações e nossas atenções femininas ao mundo interior ao nosso reino.

A Rainha é o entendimento de si mesmo. E, através da compreensão de si mesma, ela é capaz de compreender o outro. Ela representa o processo de internalização da energia, a transcendência da individualidade, e a percepção do outro.
Costumo ter na minha carteira as Rainhas ou seja as Mulheres do Tarot e quando é necessário ter consciência do Arquétipo que se manifestará com maior vibração em um momento complexo em minha vida, sorteio uma delas. Acredite-me é mais fácil quando estamos conscientes de nossas vibrações internas. Nossa expressão externa é carregada de poder.Vivencie esta experiência você vai adorar.

A 1ª mulher poderosa é a Rainha de Paus.

Conhecida como aquela que apresenta o aspecto aquoso(emocional) do fogo(motivação).

A mulher do tipo Rainha de Paus dominou o autoconhecimento. Contemplou profundamente sua própria natureza, o que promoveu uma transformação do seu ser, e é originalmente motivada por suas paixões.

A história conta que o conhecimento de sua condição evolutiva enche-a de compaixão pelas criaturas ainda não motivadas.

Essa Rainha é a unificação da água e do fogo, do reconhecimento intuitivo e do envolvimento emocional, que efetua a transformação interna. Possui a coroa da lucidez motivacional e uma percepção ampliada, ainda ostenta um sorriso que convida ao envolvimento apaixonado. seus olhos expressam um êxtase sereno. Sua consciência está voltada para o interior e sua presença irradia a bênção da paz interior.

O bastão que sustenta simboliza o crescimento espiritual e nos lembra que nossa autorrealização encontra-se no aqui e agora e também que devemos permitir que outros participem dela.

Afirmação: Eu sou um ser radiante, pleno de paz e amor.

A 2ª mulher poderosa é a Princesa de Paus

Conhecida como aquela que apresenta o aspecto terreno(materializador) do fogo (motivação).

A mulher do tipo Princesa de Paus já superou aquilo que nos limita. O medo foi conquistado! A Princesa de Paus conquistou a habilidade de usar a força motivadora do desejo para romper as amarras do medo. Seu bastão simboliza o Sol.

O Rubi em sua cabeça indica sua percepção aumentada e o senso de justiça que ganhou ao vencer seu medo.

Quando o medo desaparece, fontes nunca sonhadas de entusiasmo e alegria borbulham, revitalizando nossas vidas. Nossos medos autolimitadores podem ser enterrados e esquecidos.

Afirmação: Minha maior força é… Como aceito meu medo, ele se transformou em amor.

A 3ª mulher poderosa é a Rainha de Copas

Conhecida como aquela que apresenta o aspecto aquoso(emoção) da água(emoção).

A mulher do tipo Rainha de Copas está revestida de mistério e se você quiser compreender esse mistério, terá que penetrar profundamente na esfera da sensibilidade e do sentimento.

O que ela irradia externamente está refletido nas mais profundas regiões emocionais de seu ser (ou é reflexo delas). Ela está em contato com suas sensações e as manifesta aberta e autenticamente.

O amor florescente cresce das esferas inconscientes do instinto através da pulsação cíclica, e é por ela alimentado. A luz da consciência faz as energias inconscientes surgirem sob nova forma. O velho aparece sob nova luz, é transfigurado, e o renascimento emocional aconteceu.

Afirmação: Minha abertura e vitalidade me fazem bela(o).

A 4ª mulher poderosa é a Princesa de Copas

Conhecida como aquela que apresenta o aspecto terreno(materializador) da água(emoção).

Conta a história que a Princesa de Copas é representada como uma figura que dança. Está livre, não aprisionada pelas emoções, pois livrou-se das cadeias da possessividade e da manipulação. Liberta do ciúme, ela está cercada pela graça, a delicadeza e a claridade.

Com grande ternura e suavidade, ela segura na mão a taça, sinal da proteção que proporciona amorosamente a si mesma e aos outros. Ela está pronta a ser uma amante generosa!

O seu olhar revela a distância que tomou de si mesma, o que permite ao seu amor desabrochar em sua forma mais pura.

Afirmação: Quanto mais eu me amo, mais posso partilhar esse amor com outros.

A 5ª mulher poderosa é a Rainha de Espadas

Conhecida como aquela que apresenta o aspecto aquoso(emoção) do ar(inteligência).

Abandonar as máscaras, renunciar à segurança oferecida pelo desempenho de papéis conhecidos significa abdicar voluntariamente de mecanismos de defesa habituais. Por meio da espada do discernimento profundo essa mulher passa a reconhecer que as máscaras que usa não só a protegem e camuflam, mas também a separam de si mesmo e dos outros.

O rompimento enérgico de suas máscaras a libera e como Rainha de Espadas lhe permite escapar às nuvens da ignorância que a impedem de chegar à lucidez e á abertura,

A coroa em sua cabeça, símbolos de nova lucidez, sustentam as joias da sabedoria. Ele está preparada para deixar as máscaras caírem sem se deixar enredar nas complexidades emocionais das circunstancias.

Afirmação: Meu único dever na vida é permanecer verdadeiro e fiel a mim mesmo.

A 6ª mulher poderosa é a Princesa de Espadas

Conhecida como aquela que apresenta o aspecto terreno(materializador) do ar(inteligência).

A Princesa de Espadas representa uma nova lucidez intelectual que tudo sacode. Ela está pronta para demolir o velho que dará lugar ou novo. Quando a renovação intelectual(ar) encontra o elemento terra, os altares das velhas ideias são destruídos dando lugar à claridade.

A Princesa de Espadas não permite que a poeira, resultante da destruição do velho e inútil, obscureça a clareza de sua visão! Usa a espada para eliminar os humores e pensamentos desagregadores que surgem. É decidida e agressiva, enfrentando bem seus problemas práticos, especialmente quando incluem elementos contraditórios ou paradoxais.

A Princesa de Espadas representa uma pessoa extremamente rebelde, que não se deixa intimidar pelo estabelecido ou sagrado. Porque se rebela em nome da clareza, da abertura e da verdade, está disposta a destruir tudo que seja repressivo, tudo que impeça uma plena fruição da vida, inclusive todos os códigos morais. Seu “não” à repressão tem raízes num profundo sim a si mesma e à existência.

Afirmação: Minha rebelião é positiva, construtiva e criativa.

A 7ª mulher poderosa é a Rainha de Ouro

Conhecida como aquela que apresenta o aspecto aquoso(emoção) da terra(materialização).

A Rainha de Ouro, que tem atrás de si a terra mais verde, mais fértil.
A joia em sua testa simboliza a clareza de seus poderes de percepção materializadora, que estão ampliados. O seu traje simboliza a renovação da terra e é indicativo de fertilidade.

Pode ser vista como firme, tenaz e independente. A Rainha de Ouro dedica muita atenção a seu corpo. Sabe precisamente de que cuidados ele precisa para refletir adequadamente sua beleza interior como templo da Alma.

Isto se aplica tanto a cuidados físicos e cosméticos como à boa alimentação e ao zelo por sua saúde.

Afirmação: Eu faço a meu corpo a dádiva da atenção amorosa, ele me retribui com energia vital, da alegria de viver e da saúde.

A 8ª mulher poderosa é a Princesa de Ouro

Conhecida como aquela que apresenta o aspecto terreno da terra(duplamente materialização).

Num sentido amplo, ela pode ser interpretada como a mãe de uma nova identidade, ideia ou conceito.
Traz em suas vestes os discos cujo centro é um quadrado vazio, símbolo chinês da estruturação e do alicerce edificador motivado pelo Tao, equilíbrio perfeito: yin/yang.

Deste centro de equilíbrio absoluto brota o ambiente adequado para que todas as esferas de nossas vidas voltem a se desenvolver equilibradamente.

A Princesa de Ouro tem a energia do cosmo que torna-se visível através da vida e dos feitos humanos, e essa energia impregna tudo com sua qualidade divina. A criação que tem lugar na escuridão e na quietude que emergirá e difundirá o divino, a luz, partilhando-a mais uma vez como a mãe que a gerou.

Afirmação: Agora eu estou pronto para a nova beleza em minha vida.

As mulheres e o tarot

Gostou do artigo? Achou-o curioso? Dê um curtir para ele!